QUAIS OS DOCUMENTOS DEVEM SER LEVADOS PARA PERÍCIA MÉDICA

QUAIS OS DOCUMENTOS DEVEM SER LEVADOS PARA PERÍCIA MÉDICA

 

O auxílio Doença é ao segurado que comprove estar temporariamente incapaz para o trabalho.

O Auxílio-Doença é um benefício por incapacidade devido ao segurado do INSS que comprove, em perícia médica, estar temporariamente incapaz para o trabalho em decorrência de doença ou acidente.

Caso o segurado não possa comparecer à perícia médica no dia e hora agendados, ele pode solicitar a remarcação, uma única vez, até três dias antes da data agendada, pela Central 135 ou comparecendo diretamente à Agência da Previdência Social.

 

Em casos de internação hospitalar ou restrição ao leito (acamado), o prazo para remarcação é de sete dias antes ou até a data agendada, sendo necessário o comparecimento do representante legal à Agência do INSS.

Se o segurado não comparecer na data agendada ou não efetivar a remarcação da perícia médica ou solicitar o cancelamento do requerimento, ficará impossibilitado de requerer novamente benefício pelos próximos 30 dias.

 

Nos últimos 15 dias do auxílio-doença, caso julgue que o prazo inicialmente concedido para a recuperação se revelou insuficiente para retorno ao trabalho, o segurado poderá solicitar a prorrogação do benefício pela Central 135, internet ou comparecendo em uma agência do INSS.

 

Caso não concorde com o indeferimento ou a cessação do benefício e não seja mais possível solicitar prorrogação, o segurado pode entrar com recurso à Junta de Recursos, em até 30 dias contados a partir da data em que tomar ciência da decisão do INSS

 

Principais requisitos

  • Cumprir carênciade 12 contribuições mensais – a perícia médica do INSS avaliará a isenção de carência para doenças previstas na Portaria Interministerial MPAS/MS nº 2998/2001, doenças profissionais, acidentes de trabalho e acidentes de qualquer natureza ou causa;
  • Possuir qualidade de segurado(caso tenha perdido, deverá cumprir metade da carência de 12 meses a partir da nova filiação à Previdência Social – Lei nº 13.457/2017);
  • Comprovar, em perícia médica, doença/acidente que o torne temporariamente incapaz para o seu trabalho;
  • Para o empregado em empresa:estar afastado do trabalho por mais de 15 dias (corridos ou intercalados dentro do prazo de 60 dias se pela mesma doença).

 

Documentos originais e formulários necessários

  • Documento de identificação oficial com foto, que permita o reconhecimento do requerente;
  • Número do CPF;
  • Carteira de trabalho, carnês de contribuição e outros documentos que comprovem pagamento ao INSS;
  • Documentos médicos decorrentes de seu tratamento, como atestados, exames, relatórios, etc, para serem analisados no dia da perícia médica do INSS (não é obrigatório);
  • Para o empregado:declaração assinada pelo empregador, informando a data do último dia trabalhado (se precisar, imprima o requerimento);
  • Comunicação de acidente de trabalho (CAT), se for o caso;
  • Para o segurado especial (trabalhador rural, lavrador, pescador):documentos que comprovem esta situação, como contratos de arrendamento, entre outros.

 

Acesso exclusivo para empresas

 

Benefícios concedidos ou reativados por decisão judicial

O benefício de auxílio-doença concedido ou reativado por decisão judicial cessará na data determinada pelo juiz ou, quando não houver esta determinação na sentença, após 120 dias contados da implantação ou reativação do benefício (Lei 8.213/1991, alterada pela Lei 13.457/2017).

Nos últimos 15 dias do benefício de auxílio-doença concedido/reativado judicialmente, caso julgue que o prazo inicialmente concedido para a recuperação se revelou insuficiente para retorno ao trabalho, o segurado poderá solicitar a prorrogação do benefício pela Central 135, internet ou comparecendo em uma agência do INSS.

No dia da perícia médica do pedido de prorrogação ou da revisão do benefício, o segurado deverá apresentar documento de identificação oficial com foto, que permita o reconhecimento do requerente, e toda a documentação médica relacionada à doença/lesão.

O benefício de auxílio-doença concedido/reativado judicialmente será cessado na data determinada pela sentença ou pela lei, caso o(a) segurado(a) ou seu representante não solicitem a prorrogação nos últimos 15 dias do benefício, através da Central 135, internet ou comparecendo em uma agência do INSS.

Caso o benefício seja negado na via Administrativa é interessante procurar o Auxílio de um Advogado.

 

Fonte site https://www.inss.gov.br/beneficios/auxilio-doenca/

Indenização  Auxílio-Doença Acidentário INSS Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943  Lei nº 8.213 de 24 de Julho de 1991 Acidente de Trabalho  Auxílio Acidente Auxílio-Doença Dano Moral Direito Constitucional Direito Previdenciário MP 664/2014 Lei nº 13.135 de 17 de Junho de 2015 Doença Ocupacional Estabilidade no Emprego Aposentadoria por idade Trabalhador Rural miltonalmeidaadv duvidas frequentes  OAB tecnologia inovação  milton almeida advocacia dúvidas frequentes inovacão transformacão digital Legaltechs Lawtechs direito digital direito previdenciário direito civil futuro do direito advocacia por amor direito dos professores direito constitucional  direito publico  direito privado  direito para pessoas  deficientes  direito dos idosos  direito das pessoas com deficiência  direito  e vida  inss  advocacia empreendedora  advocacia do futuro advogado juazeiro do norte advogado crato advogado Barbalha advogado cariri advogado juazeiro do norte advogado juazeiro do norte

Mais postagens

QUAIS OS DOCUMENTOS DEVEM SER LEVADOS PARA PERÍCIA MÉDICA

QUAIS OS DOCUMENTOS DEVEM SER LEVADOS PARA PERÍCIA MÉDICA

maio 19, 2019

  O auxílio Doença é ao segurado que comprove estar temporariamente incapaz para o trabalho. O Auxílio-Doença é um benefício por incapacidade devido ao segurado do I

QUAL A DIFERENÇA ENTRE AUXÍLIO DOENÇA PREVIDENCIÁRIO E AUXÍLIO-DOENÇA ACIDENTÁRIO

QUAL A DIFERENÇA ENTRE AUXÍLIO DOENÇA PREVIDENCIÁRIO E AUXÍLIO-DOENÇA ACIDENTÁRIO

maio 19, 2019

Os benefícios de auxílio-doença previdenciário e o auxílio-doença acidentário são semelhantes em muitos aspectos e distintos em outros. Em relação a data de início do benefício

QUAIS SÃO OS SEUS DIREITOS APÓS UM ACIDENTE DE TRÂNSITO

QUAIS SÃO OS SEUS DIREITOS APÓS UM ACIDENTE DE TRÂNSITO

novembro 27, 2018

  Quem for vítima de acidente de trânsito tem direito de ser integralmente reparado por todos os danos eventualmente sofridos no acidente, dependendo do caso o acidenta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *